Energia Solar – Espaco Smart

Energia Solar

ENERGIA SOLAR

Com equipe especializada, entregamos a solução COMPLETA de redução de custos, sustentabilidade e autoconsumo através da tecnologia fotovoltaica.

Etapas do processo

Estudo de Viabilidade
Consultores avaliam sua casa/empresa e dimensionam a melhor solução.

Projeto
Engenheiros especializados desenvolvem o projeto e cuidam da aprovação junto a concessionária de energia local.

Instalação
Profissionais experientes garantem a otimização da geração de energia.

Economia
O sistema se paga em aproximadamente 60 meses.

Passo a passo de como funciona o sistema de energia solar fotovoltaica:

 

 Painel Solar

A luz solar incide sobre os módulos fotovoltaicos produzindo energia elétrica.

Inversor Solar

Esse equipamento converte a energia gerada pelos módulos fotovoltaicos de corrente contínua (CC) para corrente alternada (CA).

 A distribuição

Após fazer a transformação da energia, o inversor é interligado a rede elétrica na residência através do QGF (Quadro Geral de Força). A partir disso toda energia produzida pelos módulos será distribuída na residência.

 O Uso

Toda energia produzida poderá ser usada em qualquer equipamento elétrico.

 O excesso de produção de energia

O excesso de energia produzida volta para a rede elétrica através do relógio bidirecional. A energia solar que vai para a rede tornam-se ‘‘créditos’’ para serem utilizados a noite ou nos próximos meses. Resumindo: você produzir energia limpa com a luz do sol e reduz a sua conta de luz!

  • Quantos anos dura um sistema de energia solar fotovoltaica?

O sistema como um todo, se for composto por equipamentos de qualidade, deve durar 20 anos ou mais. Os painéis/módulos resistem tranquilamente a intempéries climáticas.

  • O que acontece com o meu sistema fotovoltaico, após os 20 anos de funcionamento?

Após os 20 anos ele continua funcionando. Provavelmente produzindo 20% menos energia do que no primeiro dia que você comprou (a vida útil dos painéis pode chegar a 50 anos se for bem feito) Eles tem uma degradação natural onde eles perdem, em média, 0,7% de sua eficiência por ano. A garantia padrão dos bons fabricantes é de uma perda máxima de 20% em 25 anos.

  • O painel fotovoltaico gera energia mesmo em dias nublados?

Com certeza. Os sistemas fotovoltaicos não precisam de um dia de céu limpo com muito sol para operar. Na verdade, mesmo em dias nublados há radiação suficiente para a geração de energia, pois o sistema funciona captando a incidência de LUZ e não o CALOR.

No Brasil, todas as regiões apresentam ótimas condições climáticas. Segundo as pesquisas realizadas, a melhor incidência da Alemanha é igual a pior incidência no Brasil.

  • Como o sistema de energia solar funciona a noite?

Ele não funciona de noite. Você produz energia durante o dia e se gerar mais do que está consumindo, esta energia vai para a rede da distribuidora que vira créditos de energia para os próximos meses.

  • A instalação dos sistemas fotovoltaicos é complexa? Como é feita a instalação?

Não, é uma instalação bem simples. Uma instalação de um sistema de pequeno a médio porte leva em média de 2 a 3 dias.

  • É necessária alguma adaptação em casa ou empresa?

A princípio não, você pode utilizar a fiação elétrica já existente da sua casa ou empresa, bem como o seu telhado ou laje para fixação dos painéis. Após toda instalação realizada, e a vistoria aprovada, a concessionária deverá trocar o relógio de força por um relógio bidirecional.

Caso você ainda não tenha construído sua casa ou empresa, o ideal seria pensar na construção do telhado voltado para a linha do equador (ou Norte, na maior parte do Brasil) para melhor aproveitamento da energia solar. Se não for possível, o telhado deverá ser projetado para receber os módulos para leste ou oeste, desconsiderando o lado Sul.

  • O sistema fotovoltaico pode ajudar em caso de queda de energia?

É comum as pessoas pensarem que a energia solar fotovoltaica servirá de backup (reserva) caso quedas de energia aconteçam. Este é um pensamento equivocado. Os inversores on-grid (conectados à rede) funcionam de forma sincronizada com a rede elétrica e dependem dela para funcionar. Esta é inclusive uma medida de segurança para não ferir técnicos quando for necessário realizar manutenção.

  • Posso ser independente da concessionária usando energia solar fotovoltaica?

Sim, porém se você já tem acesso à rede elétrica isso não é recomendado. O sistema fotovoltaico conectado à rede é mais eficiente, econômico, seguro, ecologicamente correto e de menor manutenção, portanto é a melhor opção para as pessoas que já possuem a energia rede pública.

Para ser independente seria necessário o uso de baterias, as quais elevariam substancialmente o custo do sistema, além de possuírem vida útil reduzida, o chamado sistema off-grid.

  • Eu consigo “zerar” a minha conta de luz com um sistema de energia solar fotovoltaica conectado na rede?

Não, essa hipótese deve ser descartada. Infelizmente, a maioria das distribuidoras de energia irão lhe cobrar um mínimo para estar conectado na rede e além disso tem a taxa de iluminação pública que é cobrado na conta também. Mas você consegue reduzir em até 90% o que você paga na conta de luz com o seu Gerador de Energia Solar.

De acordo com a Resolução Normativa n°414, da ANEEL, as distribuidoras podem lhe cobrar o custo de disponibilidade de acordo com os valores abaixo:

I – 30KWh em R$ para quem tem conexão monofásica

II – 50kWh em R$ para quem tem conexão bifásica

III – 100kWh em R$ para quem tem conexão trifásica

  • Posso gerar em uma localidade e consumir em outra?

Sim. Desde março de 2016, com a nova regulamentação da ANEEL para o setor, é permitido desde que as duas unidades estejam dentro da área de atuação de uma mesma concessionária de energia elétrica. Caso você tenha empresas cadastradas com CPF, e outras em CNPJ, também é possível fazer essa compensação de energia, desde que, apresente um documento jurídico comprovando o vínculo.

  • A manutenção do sistema de energia solar é cara? Qual a manutenção necessária após a instalação do sistema?

Não, pelo contrário, é muito barata. Basta anualmente fazer uma limpeza das placas (quando necessário) lavando de forma simples com água. Mas não se preocupe, se chover, a chuva fara esse trabalho para você!

  • Em quanto tempo o meu investimento se paga?

Em média 4 anos, de acordo com a região e com o local que o sistema será instalado. Com estes constantes aumentos na sua conta de luz muito provavelmente o seu investimento se pagará em ainda menos tempo. Depois que o sistema de energia solar, pagar seu investimento, você terá energia grátis!

  • Posso instalar energia solar no meu apartamento (prédio)?

Consultar estatuto do condomínio.

A MELHOR DIREÇÃO DO PAINEL SOLAR FOTOVOLTAICO

A posição ideal para os painéis fotovoltaicos no Brasil é voltado para o Norte.

No verão, a melhor condição de potencial solar, o Sol nasce no Leste, sobe se inclinando ao Norte e se põe no Oeste, como na figura, abaixo:

Então, se você possui um telhado com face voltada ao norte e não há sombras nesta parte do telhado, deveria instalar o seu painel solar fotovoltaico nesta face. Desta forma o seu gerador de energia solar produzirá mais energia.

Para sistemas fotovoltaicos conectados à rede elétrica, o ângulo de inclinação igual ao da Latitude é normalmente o melhor ângulo para se instalar um painel fotovoltaico. (Ex: A Latitude do Paraná é 24°, portanto a melhor posição possível para um painel fotovoltaico no PR é: Face Norte a 24° de inclinação)

Para aqueles que não têm uma face do telhado voltada ao Norte, o sistema pode ser instalado nas faces voltadas ao Leste e Oeste, pois a perda de geração da energia solar fotovoltaica não é tão grande nessas faces.

As perdas direcionais para telhados com face NE ou NO variam entre 3% e 8%.

Para um telhado com face Leste ou Oeste, você pode perder entre 12% e 20%.

Vantagens

Gera sua própria energia

Sustentável

Economia em até 95% da conta de luz

Baixa Manutenção

Retorno Financeiro de até 60 meses

Garantia de 20 anos ou mais

Monitoramento

Fonte de Energia Inesgotável

Abaixo temos um comparativo de uma unidade consumidora com o sistema de geração CONECTADO À REDE, tendo em vista um consumo médio de 500 kWh/mês.

Os CRÉDITOS excedentes podem ser utilizados em outras faturas de energia, desde que estejam no mesmo CPF ou CNPJ, e também na mesma concessionária de Energia.

Acompanhe em tempo real a GERAÇÃO, ECONOMIA e SUSTENTABILIDADE do seu sistema. Diagramas mostram o funcionamento do seu gerador de ENERGIA SOLAR…

Solicite um orçamento:




E-mail *








Solicite Orçamento



E-mail *